identity

MONSTRUKTOR, the auKthor

I move, i’ll always move

#monstruktor #aukthor #identity #blue&black #sidemove #kreator (at Porto, Portugal)

July 30, 2018

MONSTRUKTOR, the auKthor

Poster series “Mix” and match, or not. Mix them all, analyse one by one and finally become aware of every, peculiar singularity.

#monstruktor #aukthor #identity #poster #mix #kreator (at Porto, Portugal)

July 19, 2018

MONSTRUKTOR, the auKthor

Poster series “Gradient” just to show my spectrum, a wide range of thoughts, colours and breaths, from heavy to light, from simple to complex.

#monstruktor #aukthor #identity #poster #gradient #kreator

curation @all.ways.cat (at Porto, Portugal)

July 2, 2018

MONSTRUKTOR, the auKthor

Poster series “Error” and repeat again, until the “Error” becomes a strenght. i insist and insist and insist until i eat it all up.

#monstruktor #author #identity #poster #error #kreator #graphic #creative #blue #gradient

curation @all.ways.cat (at Porto, Portugal)

June 18, 2018

MONSTRUKTOR, the auKthor

Poster series “Trace” the universe with words, images and sounds. my “Trace”, my mind, my willingness, my life, my identity.

#monstruktor #aukthor #identity #poster #trace #kreator

Curation @all.ways.cat (at Porto, Portugal)

June 4, 2018

MONSTRUKTOR, the auKthor

My hands

#monstruktor #aukthor #identity #blue&black #myhands #kreator (at Porto, Portugal)

May 22, 2018

MONSTRUKTOR, the auKthor

Poster series “U” and me, the connection between my speech and your reception. U, the audience, U universe, “U” the first image for this identity.

May 14, 2018

O @MONSTRUKTOR é a persona e marca do autor Sérgio Miguel Magalhães, cujo principais focos são a expressão e o processo de pensamento, aplicados a diferentes realidades da sua vida e do que o rodeia.

Esta identidade gráfica é o reflexo de um momento de mudança, marcado pela migração do blog tumblr para um site próprio. Este é sem dúvida um dos mais importantes passos para o reconhecimento e afirmação do autor.

A identidade é, por isso, uma abordagem necessária para que o Sérgio seja conhecido através de uma imagética coerente e forte, que define bem o autor e a sua dedicação aos outros, mostrando-lhes sempre mais. Mais sobre as pessoas, a consciência, as interações sociais, entre outros aspectos da vida…

Em 2018 apresentamos uma proposta única, baseada no grande conhecimento que temos do autor e na existência da figura “curador”.
As cores, formas e tipografia destinam-se a definir o melhor deste homem. A estranheza é um ponto chave visível tanto na identidade como em quase todos os aspectos do próprio autor.

#MONSTRUKTOR #graphic #identity #design #brand #author

+ http://studium.pt/project/monstruktor-the-author/ (at studium)

April 14, 2018

O @MONSTRUKTOR é a persona e marca do autor Sérgio Miguel Magalhães, cujo principais focos são a expressão e o processo de pensamento, aplicados a diferentes realidades da sua vida e do que o rodeia.

Esta identidade gráfica é o reflexo de um momento de mudança, marcado pela migração do blog tumblr para um site próprio. Este é sem dúvida um dos mais importantes passos para o reconhecimento e afirmação do autor.

A identidade é, por isso, uma abordagem necessária para que o Sérgio seja conhecido através de uma imagética coerente e forte, que define bem o autor e a sua dedicação aos outros, mostrando-lhes sempre mais. Mais sobre as pessoas, a consciência, as interações sociais, entre outros aspectos da vida…

Em 2018 apresentamos uma proposta única, baseada no grande conhecimento que temos do autor e na existência da figura “curador”.
As cores, formas e tipografia destinam-se a definir o melhor deste homem. A estranheza é um ponto chave visível tanto na identidade como em quase todos os aspectos do próprio autor.

#MONSTRUKTOR #graphic #identity #design #brand #author

+ http://studium.pt/project/monstruktor-the-author/ (at studium)

April 14, 2018

Desta vez há uma mão de ferro, há a imposição de uma insígnia que atravessa a mente de rompante como a minha nova identidade.

Desta vez invertida, numa simetria convergente e nunca oposta, uma mudança de paradigma, para perto, pois esta também é a mão que conta. O equilíbrio do poder vivo entre o que era e o que será, foi, é. Mais. Par. Para? Nada, somente para marcar mais um ponto nessa espiral gravítica para a frente.

É esta que declara o momento que vivo, pleno de resposta e de conjunto, fruto de vivos e ativos, declarativos sagazes e altruístas meus. É neste apoio de conforto entre gigantes que se roçam, que sei que o mais que nos assume não é o insucesso, mas sim o carácter do feito atingido por avançado despudor da excelência e da nossa própria notabilidade.

É esta que me deu a certeza que sim. Assumidamente sim, preenchida pelo caminho, na forma e conteúdo, a mim porque também preciso de ser um com as minhas próprias mãos. Quase sempre nãos, de quem protege, de quem se preocupa é de quem é o couraçado que nunca se afunda, nem finda! e que agora detém os mais procurados sins de todos. Pecados, nenhuns, pois é na prevalência da verdade onde orbito e sou o tal único que sabe o que sente.

A mão esquerda? Sim, a mão que sempre esteve lá, bastava olhar para ela a mirar a outra.

June 22, 2017