dimensions

Entre ponto, reta e curva há uma intersecção de interesse.

Notabilidade, temporal e cronológica.

Racionalidade, funcionalismo e custo.

Irreverência, sensualidade e domínio.

É assim que definido o meu, o que posso afirmar que intersecto diagonalmente, com esta escrita visual que desenho pela simplicidade.

Mas há algo mais, algo além do plano e da própria construção volumétrica dimensional. Há algo que só a leitura da linguagem densa, detalhada e pessoal pode deslindar. Há uma narrativa singular, tanto quanto cada projeto o é em si, e como se prevê, incomum e irreverente, assoberbante, pelo discurso exaltado de história, referência, inovação e desígnio. A diferença de pares persiste, pois a minha vontade de ego transforma a responsabilização em ser e estar na história partilhada, da qual sou o único responsável em traduzir. Sem submissão aplico esta extensão ao mundo que me rodeia e assim vivo no estilo de ser quem sou por ter em mim todos os outros.

Reconheço desta forma o desígnio que aplico a tudo na minha vida, numa naturalidade diária, a de quem sabe aprender a morrer.

April 22, 2020

Até agora, o domínio do salto tem sido uma questão de calcular o quanto os outros podem acompanhar a distância, impedindo assim, a partida para outras direções e consequentemente as distâncias necessárias a serem norma. Esse domínio, inato, e portanto amargo pela noção de todos os outros – como nunca sendo os sobreviventes, assim pensam eles da sua própria notoriedade – não será a causa de mais do que a sua própria obsolescência. Leve, levo-me à distância da verdade, para todas as direções que me orientam, seja alto, longe e direcional, com toda a certeza poli dimensional.

the MONSTRUKTOR

May 20, 2018

Até agora, o domínio do salto tem sido uma questão de calcular o quanto os outros podem acompanhar a distância, impedindo assim, a partida para outras direções e consequentemente as distâncias necessárias a serem norma. Esse domínio, inato, e portanto amargo pela noção de todos os outros – como nunca sendo os sobreviventes, assim pensam eles da sua própria notoriedade – não será a causa de mais do que a sua própria obsolescência. Leve, levo-me à distância da verdade, para todas as direções que me orientam, seja alto, longe e direcional, com toda a certeza poli dimensional.

the MONSTRUKTOR

May 20, 2018

Furou, pela compressão da camada que me aproxima do chão. Há agora um momento enorme de vista, que a verdade me mostra, e assim entro por essa vereda, dentro de mim.

the MONSTRUKTOR

January 5, 2018

Furou, pela compressão da camada que me aproxima do chão. Há agora um momento enorme de vista, que a verdade me mostra, e assim entro por essa vereda, dentro de mim.

the MONSTRUKTOR

January 5, 2018

Time is of the essence and the fact that I am not giving more to it than I do makes me a lost traveler in the route to nowhere.

Time spent, used, lost, taken, from me and by me, doing nothing more than being the passive passenger within this physical body, achieving only the threshold of inept and dull existence, must not be the regret of the last breath.

Time is not the measurable dimension of life, but the scale on which I stand to claim immortality.

the MONSTRUKTOR

December 4, 2016