artist

I wonder : if I call myself an artist should I be given a wage to spend on probable creation and bohemian research conditions? Should use a chunk of it for irresponsible spending, a piece of that sum for materials and what’s left of the stipend for printing an offer from a friend designer to guide all my ( other ) friends into the chosen venue…

Can artistic and cultural content production be a professional craft or is it fallen art?

Rise you all discussion and conflict makers, and face me. Maybe, instead of agression and impeachment why don’t you try something new and work independently, autonomously, producing a proper way of living through a critical perspective on art and on your place in this world.

Disappointment and broken dreams are excuses for precarious jobs and cannibal misconducts to those who make it work decently, decentralized and autonomously.

December 11, 2019

Ferramentas : pessoas, instrumentos e paisagens, coisas que têm sentido juntas tanto quanto separadas por mim. O conjunto ou a parte por si não têm a formulação do autor : é preciso autorar ! Arte, criação no verbo curar. Me a mim que junto sou um todo.

. MONSTRUKTOR

April 5, 2019

Sou autor e sobrevivi à palavra artista. Curei-me desse mote de estar diferente por subterfúgios de fatos, perseverança e realidade. Preciso de pouco mas preciso de bem e o que me define é mais importante do que como me definem.

. MONSTRUKTOR

March 3, 2019

A ambiguidade do que pode ser na certeza do que tem que ser feito. Demonstrar, por mapeamento, por tipologia e por normalização, uma abordagem universal ao design expositivo. A técnica presente, propõe uma abordagem transversal as artes visuais onde os meios se misturam pelos diferentes suportes.

A pintura assume posição de destaque, dominante, desde as noções da escala aos valores da técnica, obrigatória. Representa por si as beau perdidas, muito diluídas e talvez em crise de auto aceitação pós moderna, disposta a sobreviver sem o determinismo de outrora.

A escultura, a dimensão do volume e da espacialidade, particularmente renegada a uma vitrine ou a uma deambulação entre a face do objeto e o seu alçado esquecido. Expositor ou instalação, ou vice versa, ou o contrário, ou o oposto, afinal o quê? Poucas certezas, isso sim.

O design gráfico, traduz uma necessidade, sendo correntemente o vassalo subjugado da leitura objetiva e universal do conteúdo mais peculiar e inacessível possível. É geralmente uma ponte, um meio de acesso entre arte, artista, curador, público, espaço e tempo.

Audiovisual, multimedia ou outros suportes. Áudio e visual, múltiplos média, ou seja, outros suportes! É isso, podemos acrescentar mais, quantidade.

Mapeamento, normalização e crítica. Sensacional!

March 2, 2019

A arte de ser artista, não da arte, mas das artes, essas ardilosas variações do tema artista. Algo como, o artífice de algo artificial, astuto na medida antagónica da boa intenção e vontade ambiciosa em alcançar o que nunca será seu. O apanágio da resposta sã da evolução humana em artistices, financiadas publicamente por quem adire ao engodo, ou mesmo enganado, decide não ousar critério.

the MONSTRUKTOR

April 9, 2018

A arte de ser artista, não da arte, mas das artes, essas ardilosas variações do tema artista. Algo como, o artífice de algo artificial, astuto na medida antagónica da boa intenção e vontade ambiciosa em alcançar o que nunca será seu. O apanágio da resposta sã da evolução humana em artistices, financiadas publicamente por quem adire ao engodo, ou mesmo enganado, decide não ousar critério.

the MONSTRUKTOR

April 9, 2018

A competência não faz o artista, pois, mesmo habilitado, precisa de ver para além de si, quando procura algo para os outros.

the MONSTRUKTOR

January 14, 2018

A competência não faz o artista, pois, mesmo habilitado, precisa de ver para além de si, quando procura algo para os outros.

the MONSTRUKTOR

January 14, 2018

I am not an ARTIST.

the MONSTRUTKOR

January 20, 2016