2018

March 31, 2020

March 31, 2020

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 19, 2019

December 18, 2019

December 17, 2019

December 17, 2019

December 16, 2019

December 16, 2019

December 16, 2019

December 13, 2019

December 13, 2019

December 13, 2019

December 13, 2019

December 13, 2019

December 13, 2019

December 11, 2019

December 11, 2019

December 6, 2019

December 6, 2019

November 20, 2019

November 1, 2019

October 31, 2019

October 31, 2019

October 31, 2019

October 31, 2019

October 31, 2019

August 16, 2019

August 13, 2019

August 7, 2019

August 2, 2019

July 31, 2019

July 26, 2019

É na plena continuidade dos coletivos PLÁKA, que me encontro presente, no acionamento da cidade, e pela comunidade que a promove. Sinto a ação formativa, estruturante e pioneira que a cada passo toma controlo sobre a decisão de ser mais, não só alguma coisa, e como isso passou a comandar em cada participante o tempo da sua própria contemporaneidade. Como passei eu, a ser a ferramenta de contexto além da minha abordagem pessoal com o meu outro mundo.
A vivência desde a resistência da política da sobrevivência, uma aposta na perspetiva da ética, filosófica e sedimentada na base do conhecimento como observação do alheio, adjetivou cada participante com a relação dentro do seu ecossistema particular, como a garantia de acesso à camada mais comum.
E agora a prática, o acionamento da rotina pela experiência que suja, ensina, limpa e repete. Metodologicamente, a dissecação de objetivos, competências e responsabilidades, numa taxonomia tutorial de filosofia aplicada, prática. Mesmo temporária, e desde a leitura da escola oficina, pretendo criticar-me na posição que ocupo e dessa forma implicar o contexto que se cruza tangencialmente comigo; como poderá intersetar uma nova realidade aumentada, mais competente e consciente, feita não só de mim como dos outros que também se debatem para nunca parar de aprender.

Carta de motivação MONSTRUKTOR

PARA A ESCOLA E FORA DELA, a relação direta entre o que aprendemos e ensinamos, entre o que dou e recebo.

June 26, 2019

Aguardo uma derrapagem de sentido onde o espírito de um lugar, enquanto um movimento sem novo resultado, não será mais do que uma simples rotação de soslaio no teorema ecológico do momento em que suspiramos, desde as nossas ambições de futuro, uma incerta enquanto sóbria reflexão. Composto pelos fluxos piroclásticos, implícitos aos movimentos intelectuais e geradores de massa crítica, conto com o novo conteúdo – iluminista; com os novos contextos – paradoxos acelerados por um efeito Venturi renovador e lancinante; com as novas propostas – inflamadas pela interminável dúvida do pensador incomum.
Desejo um criterioso controlo da metodologia, procedural, uma execução magistral, na demonstração e/do domínio da forma e/do modo ( acima de tudo do modo ), pela partilha e experiência de atravessamento inter corpóreo, dos tutores e dos seus selecionados, na transmissão do tema proposto. Um rigor analítico, uma discussão revigorante, um registo horizontal que extravasará a performance individual deste grupo, transportado pretensiosamente para os novos horizontes intelectuais urbanos da cidade, além do contexto e da sua história.
Proponho uma seleção de consciência, de nível mitocondrial, onde não só os espaços mas também os sujeitos são acionadas como momentos expectantes, num desígnio estaminal que somente o resultado pela necessidade influenciará a formação definitiva do ato.

Carta de motivação MONSTRUKTOR

A interpretação das POLÍTICAS DE SOBREVIVÊNCIA no contexto do tempo, espaço, matéria e modo.

June 26, 2019

June 26, 2019

June 25, 2019

June 24, 2019

June 23, 2019

June 22, 2019

June 21, 2019

June 20, 2019

June 19, 2019

June 5, 2019

June 5, 2019

June 4, 2019

June 3, 2019

June 2, 2019

May 30, 2019

May 29, 2019

May 28, 2019

May 27, 2019

May 26, 2019

May 26, 2019

May 25, 2019

May 23, 2019

May 21, 2019

May 20, 2019

May 19, 2019

May 18, 2019

May 17, 2019

May 15, 2019

May 14, 2019

May 13, 2019

May 12, 2019

May 8, 2019

May 7, 2019