generational

I did it, I broke, I sober, a curse
ft. Kendrick Lamar
ft. Catarina Rodrigues

admiração, contemplação, stranded
descansa
ouve bem
pensa em mim
pensa na transformação possível que assistes todos os dias
e depois ouve Portishead (os vocals são dela, Beth Gibbons)
mas a criança no fim faz me chorar
só isso
ouve os últimos versos

Sim
Vou tomar um banho
Beber
Ouvir
Descansar e pensar

mas a criança no fim faz me chorar
É um bom sinal

e tenta a transformação
eu sou o primeiro da minha família a ser assim
não há passado para me segurar
e eu sei isso

Tenho de ouvir para perceber
És um belo homem

isso
não sou
sou só um homem, talvez nem isso
sou só alguém
sou só eu
não preciso ser mais
só preciso de ser isso
talvez isso seja o que procuro
ser só eu
sem pensar em ser o que me pedem ou esperam de mim
ser

isso é a simplicidade e a redução do fazer ser
isso é tudo o que eu posso fazer
e é difícil

Todos somos só alguém
Alguém para nós e alguém para os outros e mesmo sendo “só” alguém não deixamos de ser importantes

afastar e deduzir o que está a mais, que aflige
eu não sou importante
não é uma condição instalada

Queres ser um eremita?

é um estado exterior e relativo ao tempo dessa perceção
não, só em mim

Medita
Ouve te
Dá te a calma que precisas
Continua e não pares
Quando parares morres

sim

— the monstruktor

Text

May 25, 2022


FOR ANY QUESTIONS