pdb21 – LOCAL

( inquérito aberto )

A minha participação neste inquérito, enquadra uma parte das minhas inquietações, sobre a formação e o desenvolvimento sustentável dos futuros profissionais do design. Abrange ainda na medida do plausível, os interessados em fazer do design uma forma de estar, uma prática geral, sem necessitar para isso de uma formação específica ou até de um diploma académico habilitante.

Que infraestruturas, espaços e redes de apoio faltam ou podem melhorar na sua cidade?
Programas com acesso a treino e formação, aplicados diretamente ao posicionamento individual e coletivo dos cidadãos. Direcionados a todos, mas principalmente aos que pela sua ausência participativa e pela falta de consciência espaço temporal, continuam a perpetrar os mesmos temas, na perspetiva de que algo se altere por si, na repetição endémica de modelos éticos e políticos ultrapassados.

Que novos pequenos negócios, empresas e serviços gostaria que existissem na sua cidade?
Esta perniciosa forma de incluir a perspectiva capitalista no progresso e na prosperidade da sociedade civil, pode ser o melhor negócio jamais criado: o que, num estilo hollywoodesco acorda um grupo para o futuro da sua realidade, não como alternativa mas como a sua vocação. “…pequenos negócios, empresas e serviços…” são termos satirizados, numa pergunta repetida até à exaustão, só permitidos por uma sociedade tiktik habituada ao fragmento, ao resumo e à inepta vontade em aprender. Mas percebo a ironia da pergunta 😉

De que forma o design pode contribuir para uma melhor vivência nas nossas cidades?
Treino e formação, através de ferramentas de análise e posicionamento individual e coletivo.

Como criar igualdade e dar voz às mulheres neste momento de pandemia?
Da mesma forma que é criada e dada a todos, fora dos momentos de pandemia.

Como podemos integrar a atenção às plantas, aos animais e à natureza no nosso quotidiano?
Treino e formação, através de ferramentas de análise e posicionamento individual e coletivo.

Que outras melhorias sugere para a vida das nossas cidades?
Garantia de acesso à leitura crítica do amanhã, onde a praça passa a ter um lugar cimeiro no ajuntamento social, sem recurso a marcas, patrocínios ou autores. O espaço público precisa de uma purga semiótica funcional: descapitalizando o explícito e descolonizando o implícito.

LOCAL é uma iniciativa da Porto Design Biennale 2021 que pretende iniciar um diálogo com os cidadãos sobre como melhorar as cidades de Porto e Matosinhos através do design. Através do inquérito aberto que vai estar disponível durante o período da bienal, convidamos os cidadãos de Porto e Matosinhos a revelarem as suas necessidades e desejos de forma a gerar mudanças. As respostas recolhidas serão disponibilizadas a alunos de Escolas Superiores de Design, que irão ajudar a visualizar possíveis soluções para os problemas e desejos identificados.

Alastair Fuad-Luke

https://portodesignbiennale.pt/pt/events/local?edition=2021

— the monstruktor

Text

June 11, 2021


FOR ANY QUESTIONS