Há pois em mim agora a calma de futuro. Essa certeza de, que o mundo é, somente uma desolação de humanidades e que nunca será a fantasia que nos é vendida em promoção. Uma forma específica, deles, entre desilusão e ansiedade, e entre a minha visão e consciência de ser como vejo, e quero ser.

the MONSTRUKTOR

— the monstruktor