Há, um espaço entre as palavras. Um momento em que não se lê ou vê ou mede um significado. Existe, para ser possível questionar, nos, do ponto de vista que nos defrauda, e tolda a mente, com o tudo do nada. Todo o mundo sabe que é assim, mas nega. Eu vivo nesses espaços, intersticial, como só um homem do todo consegue gravitar por entre entendimentos.

the MONSTRUKTOR

— the monstruktor

Geral

March 17, 2018


FOR ANY QUESTIONS